Descrição

Há exatos um ano feitos neste mês de novembro de 2020, eu e meu marido nós mudamos de um apartamento central no Plano Piloto de Brasília para uma casa de condomínio no Setor Habitacional Tororó, na época eu havia lido uma matéria e visto vídeos com a família Dervaes da Califórnia, isso me inspirou muito a fazer um projeto de jardim comestível e sustentável nesse nosso novo espaço. A partir daí conheci a permacultura e comecei a ler e ver vídeos sobre essa forma maravilhosa de mantermos um sustento com respeito a natureza e tão fora do site atual que nos escravidão e destrói nosso planeta.

Nosso terreno tem 850 m2, mas conta com a casa que ocupa pouco mais de 260 m2 desse espaço.

Mas depois de conhecimento essa família de Pasadena que consegue produzir toneladas de alimentos e biodiesel numa propriedade um pouco menor que a nossa, me senti verdadeiramente estimulada a implementar um jardim comestíveis aqui, seguindo os princípio do design de permacultura.

Eu não sabia cuidar direito nem de cactus mas com perseverança e estudando muito esse ano quase não compramos mais vegetais de fora.

Logicamente ainda dependo de alguns tipos de cultura pra completar nossa dieta.

Estamos criando ainda poucas galinhas caipiras, codornas, caipirão, temos uma caixa de Jataí, uma compostera feita em uma caixa d'água adaptada e muitos projetos para implementar ainda, como criação de tambaquis e coelhos que quero começar ainda este ano.

Já temos um pomar que ainda não está produzir mas conta com uma boa variedade de frutíferas.

Temos algumas panc's e muitas ervas tanto medicinais como pra alimentação.

Ainda dependemos muito de insumos externos mas pretendo diminuir muito com a criação de peixes e de coelhos que também geram adubos riquíssimos pra nossas plantações, implementar um minhocário, uma cisterna pra captação de água das chuvas, um biodigestor entre muitas outras coisas que desejo nos meus projetos.

E mostrar que qualquer um com trabalho e dedicação mesmo em espaços menores consegue ter uma boa produção de alimentos, gaz, e manter uma vida mais digna, saudável, com respeito a natureza e ao próxima.

Tenho o desejo também de no futuro quando nossas produções estiverem maiores fazer cestas semanais de vegetais para famílias carentes e ajudar o próximo, também quero vender parte de nossa produção.

Contamos com a Judá de quem quiser se voluntariar nessa experiência dentro da cidade de Brasília.

Grata ao Instituto Pindorama por abrir este espaço de trocas.

 

  • mariana
    22/07/2021 at 9:08 am

    Parabéns pela iniciativa! Tenho um sonho parecido…de retornar pra sociedade tudo aquilo que aprendemos por aqui, toda a liberdade que surge de saber gerenciar de forma sustentável e regeneradora os nossos recursos… desejo portas abertas e muita luz!

Adicionar uma avaliação